Siga o Sindiquinze no Facebook e Instagram!

O Sindiquinze estreou esta semana seus perfis oficiais nas redes sociais Facebook e Instagram (@sindiquinze). Foi uma decisão coletiva da diretoria com o objetivo de estreitar a comunicação com os associados e associadas, usando também esses dois novos canais para informar sobre as questões relativas aos servidores, mas também questões sociais, políticas e conjunturais.

A possibilidade de interação instantânea com os associados também poderá ajudar o Sindiquinze a identificar e buscar soluções para os problemas da categoria. “Zelarei para que sejam um instrumento rico de expressão e aproximação do servidor, em um ambiente plural e, acima de tudo, respeitoso. Embora sejam canais de divulgação e expressão, as demandas específicas, individuais dos associados perante o sindicato deverão ser direcionadas ao site oficial, e-mails setorizados e telefones de cada área em atendimento remoto. Assim que o Sindiquinze retomar o atendimento presencial, tanto o 0800 como nossa estrutura física estarão disponíveis para atender a todos”, explica Daniela Villas Boas Westfahl, Diretora de Imprensa e Comunicação do sindicato.

Para o Presidente Ivan Bagini, o atual momento, em que três graves crises – sanitária, econômica e institucional – tomam conta do País, o Sindiquinze busca uma aproximação, mesmo que no mundo virtual, com seus associados, prioritariamente, com os agentes que se relacionam diretamente com o sindicato e com a sociedade em geral. “Tanto nosso Facebook como nosso Instagram estarão a serviço da categoria, para informar e para debater as questões pertinentes em um espaço democrático em defesa intransigente do serviço público e da própria democracia”, explicou ele.

Já o Diretor de Relações Parlamentares, Marcelo Amorim de Menezes, comemora o fato do Sindiquinze estar ainda mais próximo dos servidores. “Participe, contribua, comente, critique, reposte, indique! Façamos acontecer e seja protagonista você também, porque esses canais foram criados para você, servidor(a), mas dependem da sua efetiva interação para se tornarem ferramentas de transformação, por meio de um debate salutar, trocas de ideias, sem ódio”, afirma Amorim.

Então, siga o Sindiquinze nas redes sociais!

#sindiquinze #marchapelavida #atendimentoremoto

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *