Deputados vão convocar Paulo Guedes para explicar ofensa a servidores

Brasília – Parlamentares pretendem convocar o ministro da Economia, Paulo Guedes, para que ele explique a declaração, feita na sexta-feira (7/2), na qual comparou os servidores públicos a parasitas. A Frente Parlamentar Mista do Serviço Público planeja apresentar o pedido de convocação ainda nesta segunda-feira, dia 10 de fevereiro.

“Vamos entrar com um pedido de convocação para que o ministro se explique, porque não vamos aceitar declarações que generalizem uma opinião sobre os servidores, ainda mais uma opinião extremamente preconceituosa. Foi uma declaração muito ofensiva, que não contribui com o diálogo”, afirmou o presidente da frente, deputado Professor Israel (PV-DF).

Ministro compara servidores a parasitas ao defender reformas econômicas

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também não gostou da declaração do ministro da Economia. Durante evento no Rio, ao ser perguntado se a fala de Guedes dificulta a tramitação da reforma administrativa no Congresso, o parlamentar fluminense afirmou: “Não (dificulta), apenas desqualifica o debate”, disse Maia.

A aprovação não é vista como algo difícil de acontecer pelos integrantes da frente, já que diversos parlamentares, inclusive membros do Centrão que apoiam a reforma administrativa, criticaram a declaração de Guedes. Segundo Israel, o Congresso está disposto a discutir a reforma administrativa. Mas quer fazer essa discussão de forma técnica e não por meio de “insultos e ataques”.

“O governo, como sempre, inicia um debate a partir de uma lógica de confronto. Mas nós queremos que a reforma administrativa ouça os servidores, queremos que eles participem das discussões. […] Cada vez fica mais claro que a intenção do governo não é fazer uma reforma que torne o Estado mais eficiente. A intenção do governo é ser revanchista contra os servidores. É uma postura absolutamente ideológica que vamos combater de forma feroz e obstinada”, avaliou o deputado.

O fato de Guedes ter emitido nota elogiando o funcionalismo e dizendo que a frase foi retirada de contexto não ajudou muito. Parlamentares se pronunciaram e criticaram o ministro. A deputada Sâmia Bomfim (Psol/SP) afirmou que quem é parasita são os banqueiros e “rentistas como Paulo Guedes”.

“Quem parasita o Estado brasileiro são os banqueiros e os rentistas como Paulo Guedes. Os servidores públicos trabalham pela população nas escolas, universidades, postos de saúde, centros de assistência social e em muitos outros locais”, disse ela, que é servidora pública estadual na Universidade de São Paulo (USP).

Fonte: Jornal Estado de Minas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *