Sindiquinze acompanha primeira reunião da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social no Senado

A Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social se reuniu pela primeira vez, na tarde desta quarta-feira, dia 14 de agosto, na Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado Federal. O coordenador da Fenajufe, Roberto Policarpo, e o Assessor Parlamentar do Sindiquinze, Alexandre Marques, participaram da reunião.

Os participantes do encontro defenderam a necessidade do Senado ser a casa revisora e não apenas “carimbadora” da decisão dos deputados na Câmara. E, da mesma forma, a importância de pressionar os senadores no Congresso Nacional e nas bases, onde a perda de votos pode sensibilizar os parlamentares.

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou na manhã de hoje, dia 15, requerimentos de audiências públicas com especialistas para debater a PEC 6/2019 durante a próxima semana. O senador Paulo Paim (PT-RS) informou que pretende levar as entidades para o debate na comissão. O relator da proposta, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), já afirmou a intenção de votar o texto em até 60 dias no plenário. A mobilização precisa continuar intensa – uma vez que os senadores estão com pouco poder de decisão.

Paim disse, ainda, que no dia 10 de setembro vai ocorrer sessão temática com debatedores contra e a favor da reforma. E, a partir do dia 28 de agosto, a Frente vai se reunir toda quarta-feira, às 14h30.

Aumento da extrema pobreza

Além do debate sobre a tramitação da reforma da Previdência no Senado e as consequências desastrosas para a classe trabalhadora, o aumento da extrema pobreza, que já atinge R$ 13,2 milhões de pessoas, foi tema de discussão no encontro. Os números são do Cadastro Único do Ministério da Cidadania.

Frente Parlamentar Mista

A Frente é integrada por centenas de deputados federais e senadores juntamente com dezenas de entidades representativas de trabalhadores ativos e aposentados da iniciativa privada, do serviço público, além de trabalhadores rurais e movimentos sociais.

Com informações da Fenajufe

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *