Mulheres dizem NÃO à “Reforma” da Previdência: Sindiquinze participa de ato na Câmara dos Deputados

O Presidente do Sindiquinze e Coordenador-Geral da Fenajufe, Zé Aristéia, participou ontem, dia 11 de abril, de um ato contra a “Reforma” da Previdência organizado pelo coletivo Mulheres Unidas em Defesa da Aposentadoria. O evento, que ocorreu no palco principal do Auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, em Brasília, foi feito contra a pretensão do governo de punir mulheres por serem mulheres. Ao desconsiderar a jornada dupla, tripla e a sobrecarga de trabalho que recai sobre elas, o governo tenta anular conquistas recentes e destituí-las de um fim de vida com alguma dignidade. Contra isso, as trabalhadoras foram uníssonas: NÃO!

Participaram do ato também deputados e deputadas da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres e da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher. A coordenadora da Fenajufe, Elcimara Souza, também esteve presente.

A PEC 6/2019 pune severamente as mulheres. Elas terão que trabalhar dois anos a mais, se forem do setor urbano, e cinco anos a mais, se trabalhadoras rurais. Serão, portanto, afetadas tanto pela elevação da idade mínima quanto pelo aumento do tempo mínimo de contribuição e, mais ainda, pela combinação desses requisitos. Outro ponto levantado é que a proposta do governo ignora as desigualdades de gênero ainda características do mercado de trabalho e as relações familiares no Brasil. Isso agrava mais as dificuldades que as mulheres enfrentam para adquirir os pré-requisitos necessários à proteção adequada no final da vida.

O Sindiquinze e a Fenajufe vão atuar em todas as frentes para impedir os graves retrocessos constantes na PEC 6/2019.

Com informações da Fenajufe

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *