Sindiquinze convoca categoria para o ato contra a “Reforma” da Previdência nesta sexta, dia 22, em Campinas

O Sindiquinze convoca toda a categoria para participar do ato contra a “Reforma” da Previdência nesta sexta-feira, dia 22 de março, no Largo do Rosário, região central de Campinas. Organizado pelas centrais sindicais CUT, CTB, Intersindical, CSP Conlutas) e movimentos sociais, a manifestação integra o Dia Nacional de Luta em Defesa da Previdência, que ocorrerá em várias cidades do Brasil. A proposta de “reforma” da Previdência governo de Jair Bolsonaro (PSL) entregue ao Congresso no mês passado tem os servidores públicos como principal alvo, por isso, o Sindiquinze chama os servidores a se juntarem à luta geral da classe trabalhadora, da qual fazem parte.

Entre outras maldades, a proposta determina idade mínima para aposentadoria de 62 anos para mulheres e 65 anos para homens (para funcionários públicos e privados). O tempo mínimo de contribuição passa de 15 para 20 anos na iniciativa privada. Para os servidores, o tempo de contribuição mínimo, no entanto, será de 25 anos, sendo necessários 10 anos no serviço público, e 5 no cargo. A proposta prevê aumento na alíquota de contribuição previdenciária dos servidores, inclusive dos inativos, de 11% para 16,79%, dependendo do salário, e pode chegar a até 22%, além de retirar da Constituição o sistema de Seguridade Social brasileiro.

Todos devem se unir à luta dos sindicatos contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 06/2019, da reforma da Previdência, que restringe o acesso e reduz o valor dos benefícios previdenciários. A proposta de Bolsonaro ataca também direitos sociais e previdenciários garantidos pela Constituição como o auxílio-doença. E ainda propõe a redução do valor dos benefícios de viúvas e órfãos, que acumulam benefícios.

Esta PEC da “reforma” é o maior retrocesso da história, pior até mesmo que a “reforma” trabalhista do Governo Temer, que jogou milhões de trabalhadores na informalidade e, ao contrário do que prometeram, não reduziu o desemprego no País.

Vamos juntos! Todos contra a “Reforma” da Previdência!

PROGRAMAÇÃO

10h – Ato dos professores (Apeoesp, Adunicamp e Sinpro) no Largo do Rosário

16h – Concentração para o ato e panfletagens nos terminais de ônibus e na Rua 13 de Maio

18h – Ato contra a Reforma da Previdência no Largo do Rosário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *