Sindiquinze na luta em defesa da Justiça do Trabalho

Em entrevista no início deste mês, questionado sobre a possibilidade de o governo dele encampar o fim da Justiça do Trabalho, Jair Bolsonaro respondeu: “Poderia fazer, está sendo estudado. Em havendo clima, poderíamos discutir e até fazer uma proposta”. Pela primeira vez na história recente um presidente da República no exercício da função cogita publicamente o fim da Justiça Trabalhista. Por isso, o Sindiquinze organiza, em conjunto com várias entidades, um ato público em defesa da Justiça do Trabalho e dos Direitos Sociais no próximo dia 29 de janeiro, a partir das 10h, em frente ao Fórum Trabalhista de Campinas.

O ato em Campinas é uma iniciativa do Sindiquinze, da Amatra XV, da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), da Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas (Abrat)

Na mesma entrevista em que disse estudar seguir com a proposta de extinção da JT, ele atacou o “excesso de proteção” ao trabalhador e que “é muito difícil ser patrão no Brasil”. Além do ato em Campinas, o Sindiquinze participará de outros dois atos, em São Paulo e em Brasília. A mobilização conta com a a participação de diversas entidades em resposta à ofensiva do governo.

ATO EM SÃO PAULO
Na próxima segunda-feira, dia 21 de janeiro, às 10h, o Sindiquinze participará de um ato conjunto em defesa da Justiça do Trabalho, em frente ao Fórum Trabalhista Ruy Barbosa, em São Paulo. O ato é uma iniciativa da Associação dos Advogados Trabalhistas de São Paulo (AATSP), OAB-SP, Amatra 2 e 15, Sintrajud e outras entidades. O Sindiquinze vai disponibilizar um ônibus para transportar os servidores da 15ª Região ao ato, com saída às 7h30 da frente do Fórum Trabalhista de Campinas. Em seguida, o ônibus passará no edifício-sede do TRT-15. As inscrições devem ser feitas pelo e-mail imprensa@sindiquinze.org.br até às 18h do dia 18 de janeiro.

ATO NACIONAL
No dia 5 de fevereiro, terça-feira, às 14h, o Sindiquinze participará do Ato Nacional em Defesa da Justiça do Trabalho, em Brasília (o local ainda será confirmado). Os representantes da 15ª Região neste evento serão escolhidos dentre os participantes do ato do dia 21 de janeiro em São Paulo.

O ato nacional está sendo organizado pela Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), em parceria com o Colégio de Presidentes e Corregedores dos Tribunais Regionais do Trabalho (Coleprecor), a Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), a Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas (ABRAT) e o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *