CONAS e COJAF discutem pautas prioritárias da categoria

Ainda no sábado, dia 24, e no domingo, dia 25, os participantes do 11º Encontro Nacional do Coletivo dos Oficiais de Justiça Avaliadores Federais (COJAF) e do 7º Encontro Nacional do Coletivo dos Agentes de Segurança e Inspetores (CONAS), realizados de maneira conjunta em Brasília, deram seguimento nas discussões sobre defesa dos direitos do funcionalismo. O Tesoureiro do Sindiquinze, João Paulo Zambom, o oficial Vagner Oscar de Oliveira e os agentes de segurança Guilherme Brito Rabelo e Walter Brandi Kock Rodrigues representaram o sindicato nos debates. O Presidente do Sindiquinze e Coordenador-Geral da Fenajufe, Zé Aristéia, dirigiu uma das mesas de debate.

Os temas ficaram a cargo dos painelistas Alexandre Marques, assessor parlamentar do Sindiquinze e da Fenajufe, e Rodrigo Camargo, da Assessoria Jurídica Nacional da Federação.

Marques traçou um panorama a respeito da Aposentadoria Especial e as perspectivas ante o novo momento político vivido pelo país. Já Rodrigo Camargo discorreu a respeito da EC-95 e seus nefastos efeitos sobre os serviços e servidores públicos. Ficou patente a preocupação de todos os participantes dos Coletivos, frente as informações e análises apresentadas. Mais uma vez, restou a certeza da necessidade de articulação e organização da luta unificada em defesa da categoria.

Já no domingo, cada coletivo executou programação específica. No CONAS – Coletivo Nacional dos Agentes e Inspetores de Segurança – o primeiro painelista foi o Assessor Institucional da Federação, Alexandre Marques, com o tema GAS na Aposentadoria. Pleito antigo do segmento, o painel serviu para atualizar o andamento dos processos e ações em curso que tratam do tema. Os trabalhos foram conduzidos pelos coordenadores da Fenajufe Edmilton Gomes e José Everson.

Na sequência o debate versou sobre a Carreira com o painelista Roniel Andrade, presidente da Agepoljus, a Associação dos Agentes de Segurança do Poder Judiciário Federal. Um panorama sobre a carreira hoje e os desafios que irão surgir a partir da nova configuração política do país. A direção da mesa ficou com o Coordenador-Geral da Fenajufe, Zé Aristeia e do coordenador Marcelo Melo.

À tarde a palestra ficou a cargo com Pehkx Jones Gomes da Silveira, com a missão de falar sobre o desenho para uma Polícia do Poder Judiciário e os aspectos que devem ser observados no nortear da proposta.

Pehkx Jones é atualmente é o Chefe de Gabinete do Secretário de Estado da Segurança Pública e da Paz Social do Distrito Federal (desde maio 2017). É Escrivão de Polícia Federal aposentado (1995-2016). Foi Subsecretário de Educação, Valorização e Prevenção na Secretaria de Estado de Segurança do Estado do Rio de Janeiro (2015-2017). Entre julho de 2013 e agosto de 2014 foi Assessor Especial do Secretário de Segurança do Rio de Janeiro, depois Superintendente de Prevenção entre agosto de 2014 e janeiro de 2015, entre outras credenciais.

Já no COJAF – Coletivo Nacional dos Oficiais de Justiça Avaliadores Federais – temas importantes para o segmento como a Cumulatividade de GAE com FC; a indenização de Transporte e as perspectivas de reajuste do valor atual; a segurança dos OJAFs e o próprio impacto do Processo Judicial Eletrônico na carreira. Outros temas também em pauta e alguns que poderão ser levantados no momento, também estão no radar do segmento.

A Fenajufe publicará os indicativos de resolução retirados nos dois Coletivos tão logo seja finalizada a sistematização, ainda esta semana. Vale lembrar que estes indicativos são enviados para deliberação à Direção Executiva da Federação, que decidirá quais deles serão encaminhados.

Com informações da Fenajufe

Fotos: Joana Darc Melo (Fenajufe)

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *