Sindiquinze inicia ampliação e construção da nova fachada da Colônia de Caraguá

A Diretoria do Sindiquinze aprovou, em reunião no dia 5 de maio, o orçamento para início das obras de ampliação e nova fachada da Colônia de Férias de Caraguatatuba.
Os trabalhos começaram no dia 14 de maio. Além de uma nova fachada, com área para embarque e desembarque dos hóspedes, serão construídos quatro novos apartamentos, sendo que um deles será onde antes funcionava a casa do zelador, e uma sauna. Também será trocado todo o revestimento dos corredores e hall de entrada, o refeitório será ampliado e terá novos equipamentos, com o objetivo de melhorar ainda mais a qualidade do café da manhã.
Ao término da obra, previsto para o mês de agosto, os associados terão à disposição 17 apartamentos, todos mobiliados e com o padrão que a categoria conhece. Os novos cômodos terão chuveiros e torneiras com aquecimento solar.
Por causa da obra, a colônia está fechada desde o início deste mês, e será reaberta já com todo o calendário de reservas divulgado antecipadamente.

Durante obras, associados podem usar colônia de férias da Aojesp

Enquanto acontecem as obras na Colônia de Caraguá, o Sindiquinze, por meio da parceria com a Associação dos Oficiais de Justiça do Estado de São Paulo (Aojesp), oferece aos associados e convidados a possibilidade de hospedagem na Colônia da Aojesp, que fica ao lado da colônia do Sindiquinze no litoral norte. O preço cheio da hospedagem é R$ 339,00, mas associados Sindiquinze e dependentes pagam apenas R$ 86,00 a diária com café da manhã incluso. Para convidados o valor é de R$ 106,00.
As tradicionais festas Julina e da Tainha em Caraguá, organizadas todo mês de julho pelo Núcleo de Aposentados e Pensionistas do Sindiquinze (NAPS), estão confirmadas este ano mesmo com a ampla reforma da colônia. A hospedagem será na Colônia da Aojesp e o local ainda será definido. As reservas para o período devem ser feitas diretamente no sindicato, com a Fernanda.
Neste mês também foram iniciadas as obras da nova Colônia de Férias do Sindiquinze em Barra Bonita. A previsão de entrega desta primeira fase, orçada em mais de R$ 1,6 milhão, é no primeiro semestre de 2019.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *