PLS que aumentaria para 22% alíquota suplementar dos servidores é arquivado no Senado

O senador Garibaldi Alves (PMDB/RN), autor do PLS 395/2017, que dispõe sobre a compensação financeira entre os Regimes Próprios de Previdência dos servidores titulares de cargos efetivos da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios pediu ontem, dia 16 de maio, a retirada em definitivo do projeto, que foi arquivado.

O Sindiquinze e a Fenajufe monitoravam o avanço do projeto, que iria atingir diretamente os servidores públicos caso fosse aprovado, e estava pronto para ser votado na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado.

Com o arquivamento do projeto não se faz necessária mais nenhuma medida para impedir o potencial ataque aos servidores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *