Fenajufe orienta sindicatos a manterem mobilização no dia 5 de dezembro

Em nota pública, a Fenajufe orienta seus sindicatos de base a permanecerem em estado de mobilização, mantendo a greve geral e manifestações programadas para o dia 5 de dezembro, apesar da decisão das centrais em suspender a greve nacional marcada para esta data em decorrência do adiamento da votação da Reforma da Previdência (PEC 287/16).

Por isso, o Sindiquinze mantém o ato na próxima terça-feira, a partir das 11h, em frente ao Fórum Trabalhista de Campinas, na Avenida Norte-Sul e conclama aos servidores das demais localidades para paralisarem os trabalhos e participarem da mobilização nesta data, para darem uma resposta ao Governo Temer, que elegeu os servidores públicos como alvo principal na “reforma”.

Confira abaixo a Nota Pública da Fenajufe:

Nota Pública sobre a manutenção da Greve Geral em 5 de dezembro

Apesar da decisão de algumas Centrais Sindicais (CUT, Força Sindical, UGT, Nova Central e CSB) sem concordância das demais (CTB, Pública, Intersindical, CSP-Conlutas e CGTB) de suspensão da Greve Geral de 5 de dezembro pelo recuo do governo em votar a Reforma da Previdência em 6 de dezembro, a FENAJUFE orienta seus sindicatos de base a PERMANECEREM EM ESTADO DE MOBILIZAÇÃO, MANTENDO A GREVE GERAL E MANIFESTAÇÕES PROGRAMADAS PARA O 5 DE DEZEMBRO.

Vários sindicatos da nossa categoria já aprovaram em assembleias a participação e devemos seguir construindo nosso enfrentamento à Reforma da Previdência, à EC 95, à MP 805, ao desmonte do PJU e MPU e à extinção da Justiça Trabalhista.

Essa reforma não passará!

Brasília-DF, 1º de dezembro de 2017

Fenajufe – Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *